Sanfoneiro/Sanfona

Compartilhe este artigo :

Conheça algumas curiosidades sobre a sanfona e o sanfoneiro, esse músico instrumentista tão requisitado na atualidade.

Quer aprender sobre a origem do instrumento e iniciar o seu aprendizado?

Ou ainda, você procura um sanfoneiro para sua banda e não sabe onde vai encontrar?

Então Leia esse artigo até o final!
Aqui no show de bastidores, você ficará por dentro de tudo o que acontece no mundo da música.

O acordeon, popularmente conhecido como sanfona, é um instrumento que possui teclas, fole, palhetas livres e duas caixas harmônicas em madeira. Reproduz um som inconfundível e característico, se destacando entre vários estilos musicais.

O sanfoneiro é o músico que desenvolve habilidades na sanfona. Produzindo uma sequência rítmica que sustenta diversas canções, e que no Brasil ganha destaque na cultura nordestina, estando presente em inúmeras músicas tradicionais.

 

A história da sanfona

Há relatos de que o primeiro protótipo do acordeon tenha sido criado na China, por volta de 2.700 a.C.

Suas primeiras características eram de um instrumento de sopro, pois, além de ter um recipiente de ar, canudo de sopro e tubos feitos de bambu, esse instrumento transmitia sons a partir do sopro emitido pela boca.

Esse instrumento passou da China para a Rússia onde obteve alguns aprimoramentos, e depois ganhou mais popularidade na Europa.

Seu formato e características musicais conhecidas atualmente entre os músicos possui origem alemã.

Foi em 1822 onde o fabricante alemão de instrumentos musicais, Christien Friederich Ludwing Bushman, viu o potencial que esse instrumento tinha.

Seu protótipo era formado por lâminas afiadas e fixadas em uma placa. Dessa forma, era formada uma escala de sons efetuados a partir do sopro.

Com o passar do tempo, esse instrumento passou a ser aprimorado e aumentando gradativamente o seu tamanho.

Chegando ao ponto que foi bastante aperfeiçoado por um austríaco que complementou esse instrumento com palhetas livres, teclado e fole.

Essas mudanças também resultaram em botões que puderam ser apertados na parte da mão esquerda, dessa maneira foi possível à formação de acordes no instrumento. Então se deu o nome desse instrumento de acordeon.

No Brasil, o acordeon foi trazido por imigrantes portugueses, alemães, franceses, italianos e espanhóis. Nessa época o instrumento era chamado de concertina.

Com o aumento de sua popularidade nas regiões nordeste, centro-oeste e sul, o instrumento passou a ser chamado de sanfona.

Seus primeiros gêneros musicais eram bastante variados, como por exemplo, os gêneros folclóricos:

  • Fado;
  • Valsa;
  • Polca;
  • Bugiu;
  • Caijun, etc.

No nordeste a influência da sanfona tomou bastante força, pois a partir do século XX, foi criado um novo estilo musical chamado forró.

Dessa maneira, é um importantíssimo ritmo regional brasileiro que faz do sanfoneiro um músico indispensável para esse estilo.

 

Propriedades da sanfona

São muitas as características que fazem da sanfona um instrumento musical rico e tecnicamente diferente de outros instrumentos.

Seu som é transmitido a partir do ar que contém no fole. Que passa pelos tubos localizados no castelo do instrumento e são direcionados para as palhetas que vibram gerando o som.

Dessa maneira, quanto maior for à palheta, maior será a tonalidade nos graves. E quanto maior for o ar forçado para as palhetas, maior será a intensidade do som emitido.

 

O casamento ideal: Como a Sanfona se integra ao Forró

Como um ritmo típico da região nordeste do país, o forró acrescenta a dança e vários instrumentos musicais de forma única em sua composição.

Esse ritmo possui normalmente outros estilos musicais que casam de forma harmoniosa entre si: o baião, a quadrilha, o xaxado e o xote.

O forró é o principal ritmo tocado também em grandes festas típicas nordestinas, como, as festas juninas e o arrasta-pé.

O Sanfoneiro torna-se o “maestro”, que dá vida e harmonia a música, juntamente com zabumbeiro e o tocador de triângulo. Essa formação em trio é considerada a forma mais tradicional no forró.

Com o desenvolver do ritmo, novos estilos de dança também foram criando formas dentro do forró. Além do pé-de-serra, atualmente pode-se encontrar os estilo de dança no forró eletrônico e no forró universitário.

O termo forró em sua história vem da redução do termo forrobodó e foi no fim da década de quarenta, que repercutiu ganhando mais popularidade e tornando-se símbolo musical para o povo do nordeste brasileiro.

Dentre vários sanfoneiros importantes para o forró e suas vertentes, Luiz Gonzaga se destaca sendo uma das maiores influências para a música popular brasileira.

Conhecido popularmente como o Rei do Baião, Luiz Gonzaga é um dos sanfoneiros mais conhecidos e aclamados no Brasil por sua forma única de tocar sanfona.

Desde pequeno já impressionava com seu dom para o instrumento, carregou consigo a história e a importância da sanfona para todo o Brasil.

Como compositor e cantor, propagou a história do povo nordestino em suas letras onde muitas delas retratam a pobreza e as tristezas reais onde nasceu e cresceu.

A maneira de se vestir, o seu sotaque e o estilo musical formaram a figura de um grande sanfoneiro que fez história com esse instrumento musical.

Dominguinhos, outra figura importante para o povo nordestino, foi um exímio sanfoneiro que carregava em suas técnicas e influências de baião, bossa nova, choro, xote, jazz e forró.

Nascido em Pernambuco, conquistou prêmios consagrados no Grammy: Grammy Latino com o CD “Chegando de Mansinho” em 2002, e o Grammy Latino de Melhor Álbum de Raiz Brasileiro com o CD e DVD “Iluminado” em 2012.

Outro grande músico que podemos citar é o Waldonys. Ele além de ser um grande acordeonista e cantor de forró, também é piloto de avião.

Waldonys começou cedo na música, desde pequeno era incentivado pelo pai que era sanfoneiro amador. Compôs incríveis músicas como: “Sonho de Ícaro”, “Minha Doce Estrela”, “A Mais Bela”, etc.

Dorgival Dantas é um cantor, compositor e produtor musical brasileiro. Também é conhecido como “O Poeta” por compor músicas que são grandes poesias de amor.

Como produtor, já produziu grandes bandas de forró dos anos noventa e possui canções gravadas por vários artistas brasileiros.

Estes são alguns sanfoneiros que fizeram parte da história da música.

 

Onde posso encontrar um sanfoneiro para a minha banda?

O show de bastidores vai lhe ajudar a encontrar o sanfoneiro ideal para sua banda.

No site há uma enorme variedade de músicos, com diversas especialidades e experiências.

O sanfoneiro pode ter habilidades para tocar estilos musicais clássicos como: tango, boemia, músicas folclóricas e regionais, etc.

Além também de saber tocar músicas mais populares como, por exemplo: forró, sertanejo, MPB, jazz, blues, etc.

Se você busca este profissional, visite o nosso SITE, conheça o Show de bastidores  e encontre o melhor!

 

Não se esqueça de cadastrar seu e-mail em nosso site!