Como se tornar um músico militar

Compartilhe este artigo :

Você está em dúvida se deve ingressar na carreira de músico do exército?

A realidade dos músicos no Brasil é pintada como um caminho de sofrimento e de pouca perspectiva. Os músicos e a própria família têm uma visão conturbada sobre o que é viver de música no Brasil.

Provavelmente você deve ouvir coisas do tipo “É impossível viver de música no Brasil”, “É mais fácil virar jogador de futebol” e “músico no Brasil passa fome”.

Mas e se você resolver seguir o seu sonho e se tornar um músico Militar?

Há muitas vantagens em se tornar um músico militar, principalmente pelo fato de se tornar uma pessoa concursada, e por consequência ter uma renda garantida.

Mas ainda assim é um caminho longo e exigente. Vamos passar por alguns temas importantes neste artigo se você pensa em seguir com essa carreira.

A carreira militar

Viver de música quando se ama certamente é uma perspectiva boa, mas a carreira de músico militar acompanha todo o contexto militar.

É uma profissão de dedicação integral, onde as práticas e costumes são extremamente rígidos, então obviamente você vai lidar com música o tempo todo.

Mas se você tem o espírito rebelde e revolucionário, pode ter dificuldades em se adaptar à uma vida de muita disciplina e regras incontestáveis.

Uma boa dica é pensar em instituições que seguem os mesmos padrões – escoteiros são um bom exemplo de instituição com regras firmes e práticas de inspiração militar.

Então se você já teve uma vivência com os escoteiros, tem potencial para se adaptar facilmente às regras militares, e se não, pode buscar essa atividade como um teste para sua aptidão militar.

Conversar com pessoas que vivem uma carreira militar é uma ótima forma de entender como funciona o contexto de regras e vivência do exército, para buscar aconselhamento, dicas e tirar dúvidas que possam estar a te assombrar nesta decisão.

Confira também nosso artigo sobre 10 Maneiras de ganhar dinheiro sendo músico

O concurso

Normalmente a abertura de concursos para músicos militares e de diversas instituições governamentais acontecem a cada doze meses.

As regras de concurso público funcionam em sua totalidade para esta categoria, além das avaliações e exigências específicas do mundo da música.

Tradução – Você fará os mesmos testes de um concursado, além dos testes de aptidão técnica, tocar o instrumento na prática, dentre outras etapas, como por exemplo aptidão física, que é uma exigência do exército.

Geralmente o concurso de admissão é dividido em sete etapas:

  • Exame de Escolaridade (eliminatório e classificatório)
  • Prova Prática de Música (eliminatório e classificatório)
  • Verificação de Dados Biográficos
  • Inspeção de Saúde
  • Teste de Suficiência Física
  • Avaliação Psicológica
  • Verificação de Documentos.

O teste de suficiência física é composto pelas etapas de natação, corrida, flexão na barra (apenas para os candidatos do sexo masculino), flexão no solo (apenas para os candidatos do sexo feminino) e abdominal.

Todas as regras de estudantes e especialistas de concursos públicos terão que ser levadas a sério se você pretende se dedicar a passar nesses testes.

Inclusive porque alguns testes têm validade nacional, então você precisa estar disposto a se mudar, inclusive de Estado, e também vai concorrer com pessoas do Brasil todo que assim como você também querer uma vaga.

Rotinas rígidas de estudo e programação de conteúdo, mapa de provas e outras técnicas serão os seus melhores amigos durante o tempo de preparação para os testes. Uma boa indicação é fazer cursos específicos para músicos concursados.

Exigente sim, mas é o preço a se pagar para viver esta profissão com o endosso do governo.

Habilidade técnica

Na auto escola você normalmente aprende a passar no teste, e não à transitar nas ruas, e o foco do teste prático para a carreira de músico militar é de partituras.

É um erro comum de grandes músicos acreditarem que estão preparados para os testes porque tocam bem, sabem improvisar ou decoraram músicas específicas.

O teste é fundamentado em partituras, pois na carreira de músico militar você tocará em uma banda, um grupo, e precisa caminhar junto dos demais, e não caminhar sozinho. A Habilidade de lidar com o trabalho em equipe de uma banda será uma grande vantagem para sua história nessa carreira.

Alguns assuntos que geralmente são abordados na Prova Específica de Música são os seguintes:

  1. a) acordes
  2. b) escala cromática
  3. c) escala geral
  4. d) enarmonia
  5. e) história da música
  6. f) intervalos
  7. g) modos de escala (maior e menor)
  8. h) modulação
  9. i) série harmônica
  10. j) tons vizinhos e afastados
  11. k) transposição e ornamentos
  12. l) vozes
  13. m) transposição dos modos litúrgicos
  14. n) andamento.

Instrumentos

A carreira de músico militar ainda exige que você seja o músico que eles precisam, então não adianta ser um grande guitarrista e não ser o instrumentista que eles precisam.

Normalmente as listas e vagas mais disponíveis são para os instrumentos de sopro, que são mais comuns para o modelo de bandas militares.

Em segundo lugar os instrumentos de percussão e cordas de orquestra, como violino e violoncelo, para depois abrirmos raras vagas para violonistas, contrabaixistas e bateristas.

Algumas vagas comuns são para:

  • fagote em dó/ contra-fagote em dó
  • flauta em dó/ flautim em dó
  • oboé em dó/ corne inglês
  • saxhorne
  • saxofone
  • tuba
  • trombone tenor/ trombone baixo
  • trompa
  • trompete/ cornetim/ flueghorne

A cada edital as vagas são separadas por instrumento, então você pode buscar os editais de concursos anteriores para confirmar a lista prática de instrumentos mais procurados para bandas militares.

Uma exigência essencial e opções de cargos

Uma exigência essencial e importante para a carreira de músico militar é de que na maioria dos concursos a idade exigida é para jovens.

Sempre a partir da maioridade de 18 anos, alguns concursos aceitam jovens de até 30 anos, mas na maioria a exigência etária é para jovens de até 26 anos, inclusive de 24 anos em alguns casos.

Se a sua idade já está mais avançada que a idade requisitada, a oportunidade passou para você.

Outra exigência é a de altura mínima, para o sexo masculino é de de 1,60m e para o sexo feminino é de 1,57m.

A carreira de músico militar dá o cargo de sargento instrumentista, mas também há uma opção que acontece em concursos para cabo instrumentista.

É importante considerar  que o cabo instrumentista sempre é um concurso temporário, com validade de até 7 anos de profissão, então é praticamente um cargo onde não haverá aposentadoria – após o cumprimento deste tempo de serviço, é realizado o desligamento da corporação.

Sobre o curso de formação para o Músico do Exército

Ele é comumente realizado em dois períodos, o Básico, com 34 semanas e a Qualificação, com 43 semanas.

No Período de Adaptação, os alunos realizarão diversos tipos de exercícios físicos, assistirão a palestras e terão uma rotina de atividades intensas, nas quais serão exigidos com rigor, sendo observado o respeito à disciplina e hierarquia.

Propósito e direção de vida

Em sua maioria podemos afirmar que existem duas características importantes nos músicos militares, sendo a primeira a dedicação para atravessar os árduos testes, e o amor pela música, e não pelo instrumento.

Pois talvez você já seja por exemplo um guitarrista, e se a sua paixão for realmente a guitarra, procure outro caminho.

Agora se você se enxerga como um músico, saberá que talvez possa abrir mão de um instrumento específico para aprender outro e conquistar a vaga desejada.

É preciso refletir se você está disposto a pagar o preço de aprender tudo que é necessário para se tornar um músico militar, pois a cobrança é adiantada, em tempo de estudo e dedicação para passar nos testes e ser selecionado.

Oficial Músico

Além do músico militar outro cargo muito concorrido é o de Oficial Músico da Polícia Militar. Segundo o site oficial da PM de São Paulo, a função do Oficial Músico é a gestão do Corpo Musical e suas frações, fazendo, além das atividades musicais, as relacionadas à Administração Policial-Militar.

As atividades desenvolvidas pelo Corpo Musical, reforçam a hierarquia e disciplina, aprimoram o reflexo de comando e do trabalho em conjunto, desenvolvendo o senso de espírito de corpo em todos os policiais militares.

A carreira do Oficial Músico da Polícia Militar se inicia no cargo de 2º Tenente Músico PM, ainda durante o Curso específico.

Ao término do curso e passado o estágio, o Oficial Músico é promovido ao posto de 1º Tenente Músico PM.

As promoções ocorrerão ao longo da carreira, de acordo com o tempo de serviço, por meio de abertura de vagas, podendo o Oficial Músico alcançar o posto de Major Músico PM.

Quanto ganha um músico do exército?

Divulgação

Segundo informações dos sites Glassdoor e Músico Concurseiro, um sargento músico das Forças Armadas tem um salário na média de R$3,735. Já um soldado músico das forças armadas ganha um salário base de R$ 2 mil.

Já a remuneração inicial do cargo de 2º Tenente Músico PM é de R$ 6.705,51.

Além do dinheiro líquido o músico militar também ganha outros benefícios como:

  • assistência médica e odontológica
  • auxílio fardamento a cada três anos
  • promoções, entre outras vantagens.

Considerações finais

Certamente existem vantagens em fazer parte de uma instituição como o exército, marinha ou aeronáutica, especialmente por se tornar um empregado concursado do governo, com toda a estabilidade e ainda assim fazer música, que é o que você ama.

A sua carreira será um sucesso definitivo neste caminho se você alinhar as duas identidades principais desta figura de músico militar, que é o lado militar, que é apaixonado pela instituição do exército, seu código de conduta, e também a vocação e paixão por ser músico, por transformar o mundo e as pessoas agradando com sua melodia.

Desculpe, para acessar este conteúdo você fazer fazer seu login.

Fazer login