Banda Bagunço: das ruas para o Show de Bastidores

Compartilhe este artigo :

A comunidade do Show de Bastidores segue crescendo e contando com as presenças de cada vez mais artistas, dos mais variados ritmos e estilos. E um desses grandes nomes que está conosco é a banda Bagunço.

O grupo, criado pelo trombonista francês Clément Mombereau em 2013, é composto de oito integrantes e caracteriza-se por tocar em eventos fechados, bares e na rua, onde montam seu próprio palco e fazem um luau, o que acontece, geralmente, duas vezes por semana. A banda toca vários gêneros da música brasileira, somados a um groove afroamericano e a energia do rock e do jazz, como eles mesmos se definem. Seu primeiro álbum leva o nome de “Caos, Cosmos e Damião” e conta com a participação de vários artistas convidados, como o percussionista Jorge Amorim, o bloco de maracatu Tambores de Olokum e os músicos do bloco de carnaval do Bagunço.

A banda está sempre refletindo sobre o próprio trabalho e o significado da música que faz. Para Daniel, baixista do grupo, a “música é uma (grande) parte da vida. É essencial. Tem uma força sobrenatural, que vai além daquilo que se vê de óbvio na nossa frente. A música é capaz de unir pessoas, de emocionar, de nos tornar mais humanos.” E ainda acrescenta, citando a realidade de outros países, que “pensando sob o contexto da música de rua, a música é capaz até de deixar um local mais seguro. Por exemplo, há cidades na Europa em que o governo paga uma banda para tocar em uma praça com problemas de segurança para resolver esse problema. Os resultados são surpreendentes.”

E cada vez mais cresce o numero de artistas que escolhem a rua para expor seu trabalho e encantar/colorir os dias difíceis. Daniel acredita que essa experiência de tocar em ruas desenvolve mais o artista, mesmo sendo um desafio de conquistar ouvintes, há muitas possibilidades que quando se é contratado não são possíveis, tais como não ter hora para acabar ou se locomover livremente durante o show. Além do repertório também ser livre e poder ser decidido conforme o público vai se aglomerando.

Em resumo,  o Bagunço define seu principal objetivo como “poder viver tranquilamente de música, participando em diversos festivais no Brasil e no mundo, transferindo nossa verdade através da música. Sonhamos também em sempre evoluir, nunca se acomodar”, declara Daniel.

Clique aqui e confira o perfil da banda aqui no Show de Bastidores.

Desculpe, para acessar este conteúdo você fazer fazer seu login.

Fazer login