6 Dicas de produtividade para músicos

Compartilhe este artigo :

Produtividade é um assunto em alta, afinal a falta de tempo se tornou um grande mal dos novos tempos. Todos querem ter a sensação de que estão produzindo mais com o mesmo tempo, e no mundo da música isso não é diferente, por isso listamos 6 dicas para você se organizar e ser mais produtivo como músico.

1 – Defina objetivos de melhoria

Nada pior que perceber que todas as suas palhetas sumiram antes do ensaio com a banda!

Antes de começar a ter uma rotina produtiva e organizada em sua carreira de músico, você precisa olhar de forma crítica e construtiva para o que você faz hoje e se perguntar:

“Onde eu perco tempo e gostaria de ganhar tempo? O que eu posso fazer melhor?”

Esse tipo de pergunta te levará a encontrar pequenos desvios de tempo e energia, como por exemplo encontrar as suas palhetas perdidas, afinar os instrumentos, organizar todas as suas coisas de música em um só lugar (e não pela casa toda)  são pequenas ações que hoje te fazem perder tempo, e com estes ajustes não serão mais problema.

2 – Estabeleça rotinas de treino

A palavra rotina pode fazer muitos músicos torcerem o nariz!

Rotina gera uma interpretação errada de que isso vai te tirar a liberdade e comprometer a sua criatividade – nossa rebeldia de músico acaba falando bem alto neste momento – mas não se trata de estabelecer regras engessadas.

É simples perceber que estabelecer rotinas poderosas é uma forma de garantir que o que tenha que ser feito será feito da melhor forma possível.

Então se você se propõe a treinar o seu instrumento por 20 minutos antes de dormir, ou por uma hora logo após acordar – a sua mente se condiciona ao hábito e se torna muito mais preparada para seguir este planejamento.

Estabelecer a rotina também funciona muito bem para a família. Sua esposa, namorada ou pais vão se acostumar ao seu hábito de estudar em determinado momento do dia, e rapidamente se torna uma rotina comum para todos.

3 – Tenha um sistema de organização

Vamos ser honestos, os músicos normalmente não são as criaturas mais organizadas do mundo.

Acabamos deixando partituras e letras espalhadas pela casa, instrumentos mal guardados ou sem um lugar específico para ficar, mas quando adotamos espaços, sistemas e ferramentas, por mais simples que pareçam, nosso cotidiano é bastante facilitado.

Uma grande dica é de ter um cantinho específico na casa para guardar tudo que faça parte da sua carreira musical, de forma que fique tudo organizado e de fácil acesso quando você precisar, e ainda sem atrapalhar as outras pessoas que convivem no mesmo espaço. Uma boa sacada é pendurar os instrumentos e colocar prateleiras simples para os demais itens.

Nós também temos coisas que parecem não ter lugar certo, seja o afinador, o suporte de partituras, aquele pacotinho de palhetas que sempre some… Encontre um lugar específico para cada coisa.

Uma máxima da famosa organizadora Marie Kondo em seu livro A mágica da Arrumação é de que “tudo que não tem lugar certo para guardar não tem lugar na sua vida”, então encontre o lugar certo para cada coisa.

4 – Pratique o “destralhar”

As vezes acabamos guardando tanta coisa que quando precisamos de algo, não sabemos onde encontrar – isso já não aconteceu com você?

Em alguns momentos precisamos olhar para tudo aquilo que acumulamos e nos perguntar “realmente preciso manter isso?” – e talvez você descubra que não precisa manter 8 pastas com partituras, se consegue a maioria delas em poucos segundos na internet.

Também não é pretexto para entulhar o espaço virtual do seu computador. Muitas vezes ter menos coisas nos dá uma visão melhor do que precisamos, e rapidamente conseguimos encontrar o que queremos com facilidade.

E aquelas coisas que você percebeu que não precisa mais? Jogue fora! Sem dó mesmo! Se pensar que aquele amigo pode querer, ou pode guardar na casa do baterista, isso é simplesmente transferência de tralhas, e não é justo “destralhar” a sua vida para entulhar a casa do amiguinho!

5 – Planejamento é seu aliado

Os dias mais produtivos que você terá com a sua banda são os dias que você se planejar.

Planejamento é importante em momentos que você precisa ganhar tempo, como quando a banda vai ao estúdio pago – o tempo gasto se organizando é tempo de ensaio perdido.

Prepare tudo que você precisa antes de ir ao estúdio – afine e limpe os instrumentos um dia antes, separe as partituras, combine com os integrantes da banda quais músicas serão ensaiadas e teste seus equipamentos.

Este planejamento antes dos ensaios, e até mesmo antes de apresentações facilita muito o seu tempo de ação.

6 – Foque a administração da banda à uma pessoa

Normalmente numa banda uma das pessoas tende a ser mais líder que as outras – e não pensando na performance, mas sim nos bastidores.

Isso acaba sendo vantajoso, pois o antigo ditado de que “cachorro com dois donos passa fome” ainda tem muita relevância.

Ter um dos membros da banda dedicado a fazer aquilo que todos precisam mas poucos querem fazer, é sempre uma grande ajuda, principalmente para marcar ensaios, fazer contatos para trabalhos, agendar estúdio e administrar a divulgação da banda.

O foco das tarefas em uma só pessoa garante que tudo será feito, e mesmo que ele precise delegar algumas tarefas, é melhor ter uma pessoa centralizando as decisões e compartilhando as informações.

Trabalho de gerente ou empresário – eu sei – mas nem toda banda tá podendo pagar por isso ainda, e inclusive pode ser bom ter uma pessoa interna administrando isso. Ao exemplo da própria cantora Anita, que não tem empresário e faz ela mesma a agenda e fechamento de contratos.

Conclusão

Ninguém gosta de perder tempo, e todo mundo aprecia o tempo bem aproveitado, então são pequenas decisões, rotinas e hábitos que podem melhorar o seu aproveitamento de tempo com a banda, te dando mais liberdade, mais tempo livre para fazer o que importa, e menos tempo perdido com problemas ou imprevistos.

Qual das dicas foi novidade para você?